(51) 3222-5577
slide1
slide2
slide3
Institucional
Associe-se
Produtos
Centro de Eventos
Informativo SincoPeças
Notícias
Eventos
Convenções
Emissão de Guias
Guia de Negócios
Banco de Currículos
Localização
Sincopeças Brasil
Contato
 
 Cadastre-se
Receba as novidades do Sincopeças e do segmento
de autopeças, fazendo
seu cadastro aqui

Notícias

População avalia que maioria dos serviços públicos tem baixa qualidade, revela CNI-Ibope Especial
25 de Julho de 2013

A população avalia que a maioria dos serviços públicos é de baixa qualidade.  Entre os 13 tipos de serviços avaliados, os brasileiros consideram adequados apenas quatro: correios, fornecimento de energia, de água e iluminação pública. Os serviços com a pior avaliação são os de segurança pública, os postos de saúde e hospitais e o transporte público. As informações são da Edição Especial da Pesquisa CNI-Ibope, divulgada nesta quinta-feira, 25 de julho,  pela Confederação Nacional da Indústria (CNI).

De acordo com o levantamento, 87% dos entrevistados consideram muito baixa ou baixa a qualidade dos serviços de segurança pública. Essa também é a avaliação dos serviços prestados por postos de saúde e hospitais. A qualidade do transporte público é baixa ou muito baixa para 73% dos entrevistados. Em seguida, com 67% das respostas de qualidade baixa e muita baixa, aparece a educação fundamental e o ensino médio.

Além disso, mais de 50% dos entrevistados consideram muito baixa ou baixa a qualidade do atendimento à população nas repartições públicas, a conservação de ruas e avenidas, as estradas, a limpeza urbana e a educação superior.

TRIBUTOS E APLICAÇÃO DE RECURSOS – Mesmo assim, a população acredita que os governos arrecadam o suficiente para prestar serviços de boa qualidade. Oitenta e sete por cento dos entrevistados concordam totalmente ou em parte com a afirmação de que o governo já arrecada muito e não precisa aumentar mais os impostos para  melhorar os serviços públicos.

Para 83%, considerando o valor dos impostos, a qualidade dos serviços públicos deveriam ser melhores no Brasil. Além disso, 91% da população acha que os impostos pagos no país são altos ou muito altos.

De acordo com a CNI-Ibope Especial, os brasileiros consideram que os recursos públicos são mal aplicados pelos governos. Setenta e quatro por cento da população consideram que os recursos públicos são muito mal ou mal utilizados pelo presidente e pelos ministros. “Esse percentual é igual ao referente ao governador e seus secretários”, diz a pesquisa. “No caso dos prefeitos e seus secretários, na média nacional, 70% considera que os recursos são mal ou muito mal utilizados”, completa o levantamento.

A pesquisa, feita entre 9 e 12 de julho com 7.686 pessoas com mais de 16 anos de idade, em 434 municípios, revela a avaliação do governo federal e do desempenho dos governadores de 11 estados que, juntos, são responsáveis por quase 90% do Produto Interno Bruto (PIB) industrial.  



+ notícias

Envie por E-mail

Dados Para Envio:
*
*
*
*
*

Downloads de Palestras



Informativo

Clique aqui e
acesse as edições anteriores



Feriados
Municipais

 

Banco de CurrículosCompra e VendaGaleria de Fotos
Links Rápidos
Correios
Cotação de Veículos
Detran RS
Diário Oficial do Estado
Diário Oficial da União
Fecomércio-RS
Governo do Estado RS
Junta Comercial do RS
Ministério do Trabalho
Ministério dos Tranportes
Prefeitura de Porto Alegre
Previdência Social
Receita Federal
Rotas Turísticas RS
Sebrae - RS
Secretaria da Fazenda RS
Serasa
Tribunal de Justiça do RS
Avenida Paraná, 2.435 | São Geraldo | 90240-602 | Porto Alegre/RS | Tel: (51) 3346-5644 / 3346-7012 | Fax: (51) 3222-5456