(51) 3222-5577
slide1
slide2
slide3
Institucional
Associe-se
Produtos
Centro de Eventos
Informativo SincoPeças
Notícias
Eventos
Convenções
Emissão de Guias
Guia de Negócios
Banco de Currículos
Localização
Sincopeças Brasil
Contato
 
 Cadastre-se
Receba as novidades do Sincopeças e do segmento
de autopeças, fazendo
seu cadastro aqui

Notícias

Brasileiros estão mais endividados, informa pesquisa da CNI
29 de Agosto de 2013

O Índice Nacional de Expectativa do Consumidor (Inec) ficou em 110,3 pontos em agosto. O indicador é praticamente o mesmo registrado em julho, quando alcançou 110 pontos. Mas é 2,7% inferior ao de agosto do ano passado, informa a pesquisa divulgada nesta quinta-feira, 29 de agosto, pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). "Pelo terceiro mês seguido, o consumidor mostra-se pouco confiante", diz a pesquisa.

De acordo com o Inec, o brasileiro está mais endividado. O indicador de evolução do endividamento  caiu 2,6% em relação a julho e ficou em 103,1 pontos, o mais baixo nível desde março de 2009, quando alcançou 101 pontos. Na comparação com agosto de 2012, o indicador de endividamento deste mês recuou 4,4% . Quanto maior a queda do indicador, maior é a preocupação com o endividamento.

"A confiança baixa e o aumento do endividamento indicam que o consumidor será mais cauteloso", avalia o gerente executivo da Unidade de Pesquisa e Competitividade da CNI, Renato da Fonseca. Segundo ele, isso é um sinal de que o ritmo de crescimento do consumo das famílias pode diminuir nos próximos meses. "Hoje a economia brasileira cresce puxada, principalmente, pelo consumo doméstico. Se não conseguirmos reverter a questão dos investimentos e das exportações, uma eventual queda no consumo significa que a economia crescerá mais devagar", completa Fonseca.

Além disso, os consumidores estão menos otimistas em relação à sua situação financeira, cujo indicador teve queda de 0,7% na comparação com julho e diminuiu 5,1% frente a agosto do ano passado. A expectativa em relação à renda pessoal também recuou neste mês. Caiu 3,3% frente a julho e 3,1% na comparação com agosto de 2012. "Esse movimento de baixa sugere, na ótica do entrevistado, expectativa de piora em sua renda", informa a pesquisa.

Mesmo assim, as perspectivas dos brasileiros em relação à evolução dos preços e ao emprego melhoraram em agosto. O indicador de expectativa de inflação para os próximos seis meses aumentou 7,2% na comparação com julho. No mesmo período, o indicador de expectativa com o desemprego subiu 5,4%. O aumento do indicador significa que cresceu o otimismo do consumidor.  

O Inec ouviu 2.002 pessoas em 142 municípios entre os dias 15 e 19 de agosto de 2013.



+ notícias

Envie por E-mail

Dados Para Envio:
*
*
*
*
*

Downloads de Palestras



Informativo

Clique aqui e
acesse as edições anteriores



Feriados
Municipais

 

Banco de CurrículosCompra e VendaGaleria de Fotos
Links Rápidos
Correios
Cotação de Veículos
Detran RS
Diário Oficial do Estado
Diário Oficial da União
Fecomércio-RS
Governo do Estado RS
Junta Comercial do RS
Ministério do Trabalho
Ministério dos Tranportes
Prefeitura de Porto Alegre
Previdência Social
Receita Federal
Rotas Turísticas RS
Sebrae - RS
Secretaria da Fazenda RS
Serasa
Tribunal de Justiça do RS
Avenida Paraná, 2.435 | São Geraldo | 90240-602 | Porto Alegre/RS | Tel: (51) 3346-5644 / 3346-7012 | Fax: (51) 3222-5456