(51) 3222-5577
slide1
Institucional
Associe-se
Produtos
Centro de Eventos
Informativo SincoPeças
Notícias
Eventos
Convenções
Emissão de Guias
Guia de Negócios
Banco de Currículos
Localização
Sincopeças Brasil
Contato
 
 Cadastre-se
Receba as novidades do Sincopeças e do segmento
de autopeças, fazendo
seu cadastro aqui

Notícias

Intenção de consumo das famílias gaúchas cai 13,4% e aprofunda percepção pessimista, indica Fecomércio-RS
21 de Maio de 2015

O indicador que mostra a intenção de consumo das famílias que ingressou no mês anterior no campo pessimista, piorou mais uma vez em maio, atingindo 94,9 pontos. Com um recuo de 13,4% em relação ao mesmo mês de 2014, o índice apresentou queda de seis dos seus sete componentes. O dado consta da pesquisa Intenção de Consumo das Famílias Gaúchas – ICF, divulgada nesta quinta-feira (21) pela Fecomércio-RS e que conta, no mínimo, com 600 famílias em sua amostra.

O ICF mostra que a permanência de fatores que explicam a redução da confiança das famílias e a deterioração das condições econômicas dos brasileiros. Entre eles estão a inflação em alta, puxada especialmente pelos reajustes nos preços da energia elétrica e combustíveis, e a estagnação da atividade econômica. “A inflação elevada, o ciclo de aumento de juros, que tem tornado o crédito mais caro, e a previsão de novos aumentos de tributos têm se traduzido na redução da intenção de consumo das famílias”, destaca o presidente da Fecomércio-RS, Luiz Carlos Bohn.

O indicador que mede a segurança com relação à situação do emprego cresceu 9,5% sobre maio do ano passado, ficando em 132,2 pontos. “O mercado de trabalho na Região Metropolitana de Porto Alegre (RMPA) ainda apresenta alguma resistência em ser afetado pela estagnação econômica, em função da baixa taxa de desemprego recente. Isso justifica a manutenção do indicador em patamar otimista”, analisa Bohn. Ainda no âmbito do mercado de trabalho, a avaliação quanto à situação de renda alcançou em maio deste ano 95,1 pontos e ingressou no campo pessimista pela primeira vez desde o início da série histórica. A queda em relação a maio de 2014 foi de 13,9%.

Os dados relacionados ao nível de consumo atual mostram em maio uma redução de 5,1% em relação ao mesmo período do ano passado, aos 73,9 pontos, o menor patamar da série histórica.  O indicador referente à facilidade de acesso ao crédito também caiu 5,1% na mesma base de comparação, aos 93,7 pontos; e o referente ao momento para consumo de bens duráveis recuou 37,5%, aos 76,6 pontos, aprofundando ainda mais o nível pessimista.

Fonte: Fecomércio-RS



+ notícias

Envie por E-mail

Dados Para Envio:
*
*
*
*
*

Downloads de Palestras



Informativo

Clique aqui e
acesse as edições anteriores



Feriados
Municipais

 

Banco de CurrículosCompra e VendaGaleria de Fotos
Links Rápidos
Correios
Cotação de Veículos
Detran RS
Diário Oficial do Estado
Diário Oficial da União
Fecomércio-RS
Governo do Estado RS
Junta Comercial do RS
Ministério do Trabalho
Ministério dos Tranportes
Prefeitura de Porto Alegre
Previdência Social
Receita Federal
Rotas Turísticas RS
Sebrae - RS
Secretaria da Fazenda RS
Serasa
Tribunal de Justiça do RS
Avenida Paraná, 2.435 | São Geraldo | 90240-602 | Porto Alegre/RS | Tel: (51) 3346-5644 / 3346-7012 | Fax: (51) 3222-5456