(51) 3222-5577
slide1
slide2
Institucional
Associe-se
Produtos
Centro de Eventos
Informativo SincoPeças
Notícias
Eventos
Convenções
Emissão de Guias
Guia de Negócios
Banco de Currículos
Localização
Sincopeças Brasil
Contato
 
 Cadastre-se
Receba as novidades do Sincopeças e do segmento
de autopeças, fazendo
seu cadastro aqui

Notícias

Impostos: simplificar, reduzir e desburocratizar
30 de Junho de 2015

Artigo de Luiz Carlos Bohn, presidente do Sistema Fecomércio-RS

 

Até o final do ano, os brasileiros terão pago nada menos do que R$ 2 trilhões em impostos. A cifra assusta. Ainda mais se acompanhada da constatação de que essa pesada tributação não reverte em contrapartidas à sociedade nas áreas de saúde, educação, segurança e infraestrutura, apenas para citar as mais importantes.

Para chamar a atenção sobre o custo tributário direto e indireto que recai sobre os cidadãos brasileiros, realizamos uma análise comparativa dos impostos pagos em diversos países, entre eles Estados Unidos, Canadá e parceiros da América Latina. A conclusão: o Brasil é o que aplica a maior carga tributária direta — 36% sobre o Produto Interno Bruto (PIB). Também lidera no quesito custo tributário indireto, que decorre do tempo gasto para se calcular o tributo e cumprir as obrigações acessórias. Outros dados comprovam o impacto da tributação sobre a saúde financeira das empresas brasileiras. Em nosso País, uma empresa consome 2.600 horas por ano, apenas para calcular impostos devidos e preencher obrigações. Enquanto isso, na América Latina, a média de horas gastas para a mesma função não ultrapassa 365 horas por ano.

No ranking mundial sobre “Facilitação no Pagamento de Impostos”, o Brasil conquistou a 177ª posição, o que revela que a complexidade e burocracia impostas pela legislação tributária brasileira precisam passar por um processo de simplificação.

É urgente uma reforma em nosso sistema tributário que permita o crescimento econômico do País. Feito isso, naturalmente a carga tributária tenderá a diminuir dos atuais 36% do PIB. Vale destacar que em outros países o percentual relativo a tributos pagos supera os do Brasil, a diferença é que a sociedade tem o retorno dessa contribuição, com a entrega de serviços de excelente qualidade. Acreditamos  que um sistema tributário para ser bom tem que ser de fácil entendimento e de simples cumprimento no tocante às suas obrigações. Para tanto, as palavras-chave são simplificar, reduzir e desburocratizar.



+ notícias

Envie por E-mail

Dados Para Envio:
*
*
*
*
*

Downloads de Palestras



Informativo

Clique aqui e
acesse as edições anteriores



Feriados
Municipais

 

Banco de CurrículosCompra e VendaGaleria de Fotos
Links Rápidos
Correios
Cotação de Veículos
Detran RS
Diário Oficial do Estado
Diário Oficial da União
Fecomércio-RS
Governo do Estado RS
Junta Comercial do RS
Ministério do Trabalho
Ministério dos Tranportes
Prefeitura de Porto Alegre
Previdência Social
Receita Federal
Rotas Turísticas RS
Sebrae - RS
Secretaria da Fazenda RS
Serasa
Tribunal de Justiça do RS
Avenida Paraná, 2.435 | São Geraldo | 90240-602 | Porto Alegre/RS | Tel: (51) 3346-5644 / 3346-7012 | Fax: (51) 3222-5456