(51) 3222-5577
slide1
slide2
Institucional
Associe-se
Produtos
Centro de Eventos
Informativo SincoPeças
Notícias
Eventos
Convenções
Emissão de Guias
Guia de Negócios
Banco de Currículos
Localização
Sincopeças Brasil
Contato
 
 Cadastre-se
Receba as novidades do Sincopeças e do segmento
de autopeças, fazendo
seu cadastro aqui

Notícias

Fecomércio-RS esclarece posição contra CPMF
11 de Março de 2016

Mensagem do presidente da Fecomércio-RS, Luis Carlos Bohn, aborda o posicionamento da Federação contra a recriação da CPMF. Sincopeças-RS apoia a campanha criada pela instituição e também está engajado em divulgar a inciativa.

 

"No segundo semestre do ano passado, o Governo Federal, como forma de equilibrar as contas públicas, propôs a volta da CPMF. A proposta do governo é a cobrança de alíquota de 0,20% sobre todas as transações bancárias de pessoas físicas e de empresas. No entanto, por pressão de alguns governadores, essa alíquota poderá ser de 0,38%. Desse modo, todo o indivíduo ou empresa que transferir qualquer valor através de instituições financeiras estará sujeito à cobrança da CPMF.

A Fecomércio-RS entende que a tentativa de recriação da CPMF é um equívoco. Assim como em outras ocasiões, o governo, ao invés de solucionar a crise fiscal por meio do controle de seus gastos, transfere o ônus decorrente de sua política fiscal irresponsável à iniciativa privada.

A sociedade brasileira, considerando seu estágio de desenvolvimento, já paga impostos demais. Recriar a CPMF, além de uma injustiça social com os cidadãos que pagam impostos sem a devida contrapartida de serviços públicos de qualidade, acentuará a atual crise econômica. Recriar a CPMF aumentará ainda mais a inflação, uma vez que esses preços serão repassados ao consumidor, bem como majorará o quadro recessivo, ao diminuir a renda disponível para consumo.

Como forma de aprovar a CPMF, o Governo Federal tem buscado apoio junto a Governadores e Prefeitos, enaltecendo que a recriação da CPMF representará mais dinheiro em caixa para as três esferas de governo: União, Estados e Municípios.  Diante desse forte apelo, faz-se necessária a mobilização de toda a sociedade.

Assim, como forma de barrar a CPMF, a Fecomércio-RS lançou uma campanha contrária ao retorno desse tributo. No entanto, para que essa ação seja mais efetiva, é de suma importância o engajamento dos sindicatos. Desse modo, solicitamos que o Sindicato promova ações de conscientização nos municípios de sua abrangência, atuando junto às Prefeituras e às Câmaras de Vereadores, bem como mobilizando os deputados de sua região.

Somente com forte mobilização da sociedade conseguiremos evitar o retorno da CPMF."

Luis Carlos Bohn

 


Fechar Próxima Anterior


+ notícias

Envie por E-mail

Dados Para Envio:
*
*
*
*
*

Downloads de Palestras



Informativo

Clique aqui e
acesse as edições anteriores



Feriados
Municipais

 

Banco de CurrículosCompra e VendaGaleria de Fotos
Links Rápidos
Correios
Cotação de Veículos
Detran RS
Diário Oficial do Estado
Diário Oficial da União
Fecomércio-RS
Governo do Estado RS
Junta Comercial do RS
Ministério do Trabalho
Ministério dos Tranportes
Prefeitura de Porto Alegre
Previdência Social
Receita Federal
Rotas Turísticas RS
Sebrae - RS
Secretaria da Fazenda RS
Serasa
Tribunal de Justiça do RS
Avenida Paraná, 2.435 | São Geraldo | 90240-602 | Porto Alegre/RS | Tel: (51) 3346-5644 / 3346-7012 | Fax: (51) 3222-5456