(51) 3222-5577
slide1
slide2
slide3
Institucional
Associe-se
Produtos
Centro de Eventos
Informativo SincoPeças
Notícias
Eventos
Convenções
Emissão de Guias
Guia de Negócios
Banco de Currículos
Localização
Sincopeças Brasil
Contato
 
 Cadastre-se
Receba as novidades do Sincopeças e do segmento
de autopeças, fazendo
seu cadastro aqui

Notícias

Dados do IBGE apontam que mercado de trabalho continua se deteriorando
23 de Março de 2016

Em fevereiro, de acordo com os dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) referentes à Pesquisa Mensal de Emprego (PME), a taxa de desocupação da Região Metropolitana de Porto Alegre (RMPA) foi de 6,4%, resultado superior ao verificado no mesmo mês de 2015 (4,7%). No Brasil, a taxa de desocupação atingiu 8,2% da população economicamente ativa, o que representou aumento frente à taxa de 5,8% apurada em fevereiro do ano passado. A taxa de desocupação em fevereiro deste ano foi a maior para o mês desde 2009 no Brasil, e a mais alta desde 2008 para a RMPA.

Comparativamente ao mês de fevereiro de 2015, o resultado da desocupação na RMPA foi determinado pela diminuição de 5,0% na População Ocupada (PO), em nível mais intenso que o recuo de 3,2% verificado na População Economicamente Ativa (PEA). Em nível nacional, a PEA registrou variação de -1,1%, enquanto a PO apresentou retração de 3,6%.

No que se refere à remuneração, na RMPA, o rendimento médio da população ocupada foi de R$ 2.278,80 em fevereiro, diminuindo 5,3% em termos reais ante fevereiro de 2015 e mantendo-se estável em relação ao mês de janeiro. A massa real de rendimentos, por sua vez, registrou queda de 10,6% na comparação interanual. No Brasil, o rendimento médio e a massa de salários apresentaram decréscimo real na comparação com o mesmo período de 2015, de 7,5% e 11,2%, respectivamente.

Os dados do IBGE relativos ao mercado de trabalho mostram que, se a crise tardou para mostrar seus efeitos sobre o emprego, quando esses efeitos aconteceram, foram intensos. Os números seriam ainda piores caso não fosse a iniciativa de milhares de brasileiros de trabalhar por conta própria, vista a necessidade de geração de renda. Para os próximos meses, as expectativas não são favoráveis à geração de empregos. Dada a crise política que agrava a situação econômica, fica muito difícil restituir a confiança do empresariado de forma que retomem as contratações.



+ notícias

Envie por E-mail

Dados Para Envio:
*
*
*
*
*

Downloads de Palestras



Informativo

Clique aqui e
acesse as edições anteriores



Feriados
Municipais

 

Banco de CurrículosCompra e VendaGaleria de Fotos
Links Rápidos
Correios
Cotação de Veículos
Detran RS
Diário Oficial do Estado
Diário Oficial da União
Fecomércio-RS
Governo do Estado RS
Junta Comercial do RS
Ministério do Trabalho
Ministério dos Tranportes
Prefeitura de Porto Alegre
Previdência Social
Receita Federal
Rotas Turísticas RS
Sebrae - RS
Secretaria da Fazenda RS
Serasa
Tribunal de Justiça do RS
Avenida Paraná, 2.435 | São Geraldo | 90240-602 | Porto Alegre/RS | Tel: (51) 3346-5644 / 3346-7012 | Fax: (51) 3222-5456