(51) 3222-5577
slide1
slide2
Institucional
Associe-se
Produtos
Centro de Eventos
Informativo SincoPeças
Notícias
Eventos
Convenções
Emissão de Guias
Guia de Negócios
Banco de Currículos
Localização
Sincopeças Brasil
Contato
 
 Cadastre-se
Receba as novidades do Sincopeças e do segmento
de autopeças, fazendo
seu cadastro aqui

Notícias

Desoneração da folha de pagamento não contempla o varejo de autopeças
19 de Abril de 2013

A Medida Provisória nº 601/2012, que ampliou a desoneração da folha de pagamentos para o segmento varejista ainda não contempla de forma direta o setor de varejo de autopeças. Para os segmentos enquadrados na mudança, a partir deste mês já ocorre a substituição compulsória do recolhimento dos 20% de contribuição previdenciária patronal sobre a folha de salários pelos percentuais de 1% e 2% sobre a receita bruta.

“No que tange ao segmento de autopeças, não houve desoneração para o varejo, somente para a indústria, de acordo com os CNAES especificados na Lei nº 12.546/2011”, explica Tatiane Correa, da assessoria parlamentar do Sistema Fecomércio-RS. Segundo ela, a desoneração não atinge todas as contribuições, somente a previdenciária patronal paga pelas empresas, equivalente a 20% de suas folhas salariais.

Foram adotadas duas alíquotas diferentes, conforme o setor em que a empresa atua ou o que fabrica: 1% para o varejo e para as empresas que produzem determinados produtos industriais e 2% para as empresas de alguns setores de serviços. “A substituição compulsória não será benéfica para todas as empresas. A medida atingirá os estabelecimentos de maneiras diferentes, ou seja, de acordo com o tamanho da empresa, conforme o número de funcionários e a receita bruta, de tal forma que a alteração não deveria ter sido imposta, mas sim concedida como opção”, esclarece Tatiane.

De acordo com ela, a medida será benéfica somente para as empresas da categoria geral que possuírem uma razão Folha/Receita Bruta superior a 5%. “Caso contrário, a iniciativa impõe aumento dos tributos a recolher”, alerta. A Fecomércio-RS já protocolou seis emendas propondo modificações à medida junto à Câmara dos Deputados, com o objetivo de que ela seja optativa e não obrigatória.


Crédito: Fotolia.com
Fechar Próxima Anterior

Crédito: Fotolia.com


+ notícias

Envie por E-mail

Dados Para Envio:
*
*
*
*
*

Downloads de Palestras



Informativo

Clique aqui e
acesse as edições anteriores



Feriados
Municipais

 

Banco de CurrículosCompra e VendaGaleria de Fotos
Links Rápidos
Correios
Cotação de Veículos
Detran RS
Diário Oficial do Estado
Diário Oficial da União
Fecomércio-RS
Governo do Estado RS
Junta Comercial do RS
Ministério do Trabalho
Ministério dos Tranportes
Prefeitura de Porto Alegre
Previdência Social
Receita Federal
Rotas Turísticas RS
Sebrae - RS
Secretaria da Fazenda RS
Serasa
Tribunal de Justiça do RS
Avenida Paraná, 2.435 | São Geraldo | 90240-602 | Porto Alegre/RS | Tel: (51) 3346-5644 / 3346-7012 | Fax: (51) 3222-5456