(51) 3222-5577
slide1
Institucional
Associe-se
Produtos
Centro de Eventos
Informativo SincoPeças
Notícias
Eventos
Convenções
Emissão de Guias
Guia de Negócios
Banco de Currículos
Localização
Sincopeças Brasil
Contato
 
 Cadastre-se
Receba as novidades do Sincopeças e do segmento
de autopeças, fazendo
seu cadastro aqui

Notícias

Cenário econômico e as eleições foram temas de palestra no Sincopeças-RS
24 de Junho de 2014

A assessora econômica Patrícia Palermo palestrou na manhã de hoje, 24 de junho, para empresários do setor de autopeças. O evento foi promovido pelo Sindicato do Comércio Varejista de Veículos e de Peças e Acessórios para Veículos no Estado do Rio Grande do Sul (Sincopeças-RS), ocorreu em Porto Alegre e teve como tema “O que está em jogo nas eleições de outubro?”.

Patrícia – que é mestre e doutora em Economia Aplicada e autora do livro “A crise econômica internacional e os impactos no Rio Grande do Sul” –, falou sobre o cenário econômico do Brasil nos últimos 20 anos e analisou as linhas de gestão prometidas pelos três principais candidatos à presidência do país. Ela ressaltou que as tentativas de refazer a economia são fruto das gestões aplicadas pelos governos nas últimas duas décadas.

Conforme Patrícia, o Governo Lula criou um consenso suprapartidário, programas sociais de largo alcance, melhorou a distribuição de renda e estabeleceu a geração de emprego histórica. “A crise de 2008 inaugurou um novo período na economia mundial. Os países desenvolvidos tiveram fortes dificuldades de recuperação. A corrente de comércio e a liquidez internacional sofreram impacto das perdas financeiras da crise do subprime”, relembrou ao citar as iniciativas brasileiras para o período, tomadas pelo Banco Central e pelo Ministério da Fazenda, entre elas: redução dos depósitos compulsórios, aumento da liquidez a instituições menores, venda de dólares no mercado à vista, aumento e antecipação do crédito.

Para a especialista, com isso, alguns resultados foram positivos: o Brasil cresceu 7,5% em 2010; a taxa de desocupação permaneceu em queda e a de investimento aumentou, assim como a confiança de empresários e consumidores. Porém, algo começou a dar errado e o gerenciamento microeconômico surgiu, com o controle de preços, intervenção no setor elétrico e a instabilidade de regras. “A redução da transparência nas contas públicas apareceu e os indicadores de confiança do comércio, indústria, serviços e consumidor foi caindo. Houve o estrangulamento da capacidade de expansão da economia via expansão do mercado de trabalho”, constatou.

Patrícia apresentou os indicadores do Governo Dilma. Para ela, o modelo econômico aplicado pela atual presidente chegou ao limite. “A carga tributária do Brasil é de 35,85% do PIB. Convivemos com elevado custo para cumprir com as obrigações fiscais”, comentou. Conforme a assessora, os governos do Brasil e de outros países da América Latina são pouco eficientes na promoção da redução da desigualdade via gastos públicos.

Futuro - Para ela, Aécio Neves traz a proposta de devolver a estabilidade e manter as conquistas sociais. Eduardo Campos divulga a ideia de devolver a estabilidade, manter as conquistas sociais e ser um caminho novo. Este último, conforme a palestrante, pode perder espaço por ser pouco conhecido e Aécio por ser considerado elitista. “Qualquer que seja o candidato eleito, deverá enfrentar um cenário econômico e político muito delicado. Haverá ajustes, mas serão lentos e graduais”, afirmou. Patrícia acredita que o país passou por um tempo benéfico para o crescimento das empresas e da economia, mas que agora os empresários deverão estar atentos à forma de crescer “para dentro”, criar a eficiência interna dos negócios.


A economista Patrícia Palermo palestrou sobre o cenário econômico e eleições. Crédito: Divulgação
Fechar Próxima Anterior

A economista Patrícia Palermo palestrou sobre o cenário econômico e eleições. Crédito: Divulgação


+ notícias

Envie por E-mail

Dados Para Envio:
*
*
*
*
*

Downloads de Palestras



Informativo

Clique aqui e
acesse as edições anteriores



Feriados
Municipais

 

Banco de CurrículosCompra e VendaGaleria de Fotos
Links Rápidos
Correios
Cotação de Veículos
Detran RS
Diário Oficial do Estado
Diário Oficial da União
Fecomércio-RS
Governo do Estado RS
Junta Comercial do RS
Ministério do Trabalho
Ministério dos Tranportes
Prefeitura de Porto Alegre
Previdência Social
Receita Federal
Rotas Turísticas RS
Sebrae - RS
Secretaria da Fazenda RS
Serasa
Tribunal de Justiça do RS
Avenida Paraná, 2.435 | São Geraldo | 90240-602 | Porto Alegre/RS | Tel: (51) 3346-5644 / 3346-7012 | Fax: (51) 3222-5456